quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Pedras de ebulição

Pedras de ebulição

As pedras de ebulição, também conhecidas como lascas de ebulição ou Boileezer, são pequenos pedaços de material poroso que produzem um fluxo constante de pequenas bolhas de vapor quando aquecidos em um solvente. Este fluxo de bolhas e a turbulência que o acompanha quebram as bolhas grandes de gases no líquido. Isto reduz a tendência do líquido em superaquecer e promove a ebulição suave do líquido. A pedra de ebulição reduz a probabilidade de ocorrência de solavancos.

Dois tipos comuns de pedras de ebulição são lascas de carborundo e de mármore. As de carborundo são mais inertes, e as peças são usualmente muito pequenas, adequadas para muitas aplicações. Se estiverem disponíveis, as pedras de carborundo são preferíveis. As lascas de mármore podem se dissolver em soluções de ácido forte, e as peças são maiores. Sua vantagem é que são mais baratas.

 Como as pedras de ebulição promovem a fervura suave dos líquidos, assegure-se de que uma pedra de ebulição foi colocada no líquido antes de começar o aquecimento. Se você esperar até que o líquido esteja quente, ele pode já estar superaquecido e a adição de uma pedra de ebulição fará com que o líquido comece a ferver. Como resultado, o líquido poderá jorrar para fora do frasco ou espumar de forma violenta.

Quando cessa a ebulição de um líquido que contém uma pedra de ebulição, o líquido penetra os poros de pedra e ela não pode mais produzir pequenas bolhas. Ela está gasta, desta forma, deve-se adicionar uma outra pedra de ebulição se tiver deixado a ebulição parar por um longo período.

Palitos de madeira são usados, às vezes. Eles funcionam como pedras de ebulição. Usam-se também pérolas de vidro. Sua presença é capaz de causar turbulência suficiente para impedir solavancos durante a destilação.


PAVIA, D. L. et. al. Química Orgânica Experimental: Técnicas de pequena escala. 2ª Edição.

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...